A Sociedade Ecológica Americana anuncia a conferência internacional
Ecologia numa Era de Globalização: Desafios e Oportunidades para Cientistas do Ambiente nas Américas
Mérida, México, 8 – 12 Janeiro, 2006

Descrição Da Conferência

Introdução e Objectivos

As preocupações ambientais são cada vez mais globais na sua forma e extensão. O movimento internacional de pessoas, bens e serviços, assim como a economia global resultante, contribuem para impactos ambientais globais e oferecem oportunidades para os mitigar. Apesar do aumento destes desafios e oportunidades, a investigação ecológica continua focada em níveis locais, estando as colaborações limitadas por fronteiras nacionais e por falta de financiamento. São necessárias novas iniciativas para aumentar a utilidade e disponibilidade da investigação ambiental para legisladores e gestores nos sectores público e privado. O aumento da colaboração entre cientistas é essencial para enfrentar novos problemas associados à migração humana, invasão de espécies, e à transformação global dos sistemas de produção agrícola e industrial.

Como resposta a estes desafios, a Sociedade Ecológica Americana ( ESA ) está a organizar uma conferência dedicada ao desenvolvimento de estratégias para aumentar o acesso internacional ao conhecimento ecológico e para fomentar a colaboração entre vários cientistas na área do ambiente. A conferência, Ecologia numa Era da Globalização , terá lugar em Mérida, México, de 8 a 12 de Janeiro de 2006, tendo como co-anfitrões a Universidade Autónoma de Yucatan e o Centro de Investigações Científicas de Yucatan.

Organização

Ecologia numa Era da Globalização será organizada com base em três subtemas: espécies invasoras, migração humana, e sistemas de produção. A conferência terá início com uma sessão plenária, seguida de três dias completos com a participação de oradores principais, comunicações orais e apresentação de painéis. As comunicações orais e os painéis serão compostos por artigos convidados e por contribuições solicitadas em anúncio público. Também serão organizadas sessões de trabalho relacionadas com os três subtemas.

Subtemas

O tema sobre espécies invasoras incluirá tópicos como a dispersão de espécies invasoras animais e vegetais, o aparecimento de pestes, e a resistência de ecossistemas locais à invasão de espécies e a pestes.

O tema da migração humana incidirá sobre os impactos ambientais causados pela emigração e imigração local e internacional, em áreas de partida e de destino. Tópicos potenciais incluem a necessidade e o impacto do desenvolvimento de infraestruturas, os efeitos na cobertura terrestre, e o impacto no uso da terra.

O tema da produção terá como foco as transformações nos ecossistemas, incluindo a alteração do uso da terra, necessárias para a produção de bens e serviços para consumo humano. Potenciais tópicos incluem os efeitos da alteração das políticas florestais e agrícolas na economia, biodiversidade e ecossistemas nas Américas.

Produtos

Um dos produto principais da conferência será o início de uma “Rede de Conhecimento Ecológico para as Américas”. Esta rede irá promover a aplicação de conhecimento e dados ecológicos para o aumento da sustentabilidade. Os usuários da rede (organizações locais, nacionais e multinacionais) terão rápido acesso e possibilidade de sintetizar informação existente em múltiplas bases de dados. A rede ligará os usuários do conhecimento a dados e equipas de peritos locais e internacionais específicos para cada projecto, usando instalações com conferência via “web”. A conferência irá desenvolver recomendações adicionais para o aumento da comunicação e colaboração entre cientistas do ambiente e organizações públicas ou privadas relacionadas com o desenvolvimento económico-social, assim como para a aplicação da ciência ecológica aos problemas associados com a globalização. As recomendações serão apresentadas em artigos de revistas e divulgações internacionais do foro político e científico e numa série de relatórios sobre as sessões de trabalho. Estes relatórios estarão disponíveis na página da Internet da ESA e serão possivelmente publicados na revista “Ecological Applications” da ESA .

Participantes

Os organizadores pretendem atrair 300-500 participantes, representando todos os sectores com interesse na intersecção entre o mercado global e o meio ambiente: a comunidade académica, organizações governamentais e não-governamentais, e o sector privado. Estudantes terão a oportunidade de apresentar comunicações orais e painéis, e de iniciar relações interpessoais essenciais para uma colaboração internacional duradoura.

Liderança

A ESA , uma sociedade profissional de 9000 ecológos de 80 países, tem solicitado uma série de acções para globalizar o acesso ao conhecimento ecológico. Estas acções incluem esforços para promover a colaboração internacional e estimular a comunicação entre investigadores, estudantes, gestores e profissionais na área do ambiente. Em 2003, a ESA co-fundou a Federação das Américas a qual reúne sociedades ecológicas e organizações associadas de vários países da América Latina. A ESA também fundou sedes da sociedade no México e no Canadá. Ecologia numa Era da Globalização , o primeiro principal resultado destas colaborações, está a ser organizado por uma comissão científica, co-presidida pelos Dr. José Sarukhán da Universidade Nacional do México, e Dr. Jeff Herrick do Departamento de Agricultura do Estados Unidos.

Parcerias

A ESA procura uma gama variada de parceiros para a Ecologia numa Era da Globalização , com o objectivo de atrair uma gama igualmente variada de participantes e oradores. A Federação das Américas, co-fundada pela ESA , é o primeiro parceiro, oferecendo ligações com a comunidade científica ecológica da América Latina. Pedimos às agências governamentais, fundações, empresas e organizações não-governamentais, que se associem à Federação neste passo importante para a criação de uma comunidade global de ciência e gestão ambiental.

Para assegurar uma participação alargada por parte de estudantes e participantes de países em via de desenvolvimento, a ESA pretende manter os custos de inscrição o mais baixo possível. Por este motivo, solicitamos a patrocinadores o apoio financeiro para cobrir as despesas de viagem e alojamento de até 50 oradores convidados e 150 estudantes. Oportunidades adicionais para apoiar esta conferência estarão disponíveis sob a forma de espaço de exposição para vendedores e intervalos para patrocínios. Todos os parceiros e patrocinadores serão devidamente reconhecidos nos materiais e anúncios da conferência .

Para mais informações, por favor contacte Dr. Clifford Duke, Director de Programas Científicos da ESA , através do telefone 202-833-8773 ou endereço csduke@esa.org , ou consulte a página www.esa.org/mexico .